10 maio 2006

Mediactic Slaves ao vivo

Mediactic Slaves ao vivo

Dia
: Sexta-Feira 12 Maio
Local: Café da Praia-S.Pedro de Moel
Horário:23H30
Preço:2,5€
Organização: CISCO

Mais Info

3 comentários:

Joao disse...

Esta é daquelas bandas que acham que ter atitude é simplesmente vestir umas roupas electroclash and that's it!

Ao subirem ao palco, a minha primeira ideia foi "hmmm.. são boa onda", mas após 10 minutos apercebo-me que falta ali um "je ne sais quoi".

Traduzindo: apresentam-se com um bom visual mas...mais nada. Não têm qualquer tipo de atitude, ou então são mais uma daquelas banda efeito cogumelo que nascem não se sabe de onde a adoptar uma atitude: anti-atitude. O que, infelizmente, acabou por se revelar com a mediática frase da vocalista enquanto estava a haver um momento morto que passo a citar "agora há uma pequena pausa e eu não vos vou entreter a dizer coisas porque nunca gostei muito disso".

A realidade é que poderia simplesmente ter ficado calada e assim assumiriamos que era uma atitude absolutamente profissional, mas optou por uma atitude de afirmação "somos radicais, optamos por não ter atitude nenhuma".

Faltava se calhar uma bateria, um certo ar mais "à punk-rock", qualquer coisa que espevitasse e que movesse mais "as massas".

Não critico o estilo, critico a atitude, a nível musical foi bom, mas não me convenceu.

Porque uma banda não se deve cingir apenas ao visual e há que ter qualquer coisa mais.

Musico da Tasca disse...

Obrigado pela critíca! Sejam boas ou más são sempre benvindas.

Bruno Monteiro disse...

Ao longo destes poucos anos conheci já uma considerável quantidade de músicos e pessoas ligadas à música e outras claro, umas vezes por os ter cá, outras por outra qualquer situação. Compreendo perfeitamente a tua critica, por isso apenas quero dizer que a Suspiria foi das pessoas que mais agradado me deu conhecer e falar porque a atitude dela com as pessoas é muito verdadeira e bastante saudável, sabe ser. A atitude dela enquanto artista já cabe a cada um de nós julgar conforme os nossos gostos ou vontades... É diferente. Espero que me tenhas percebido.