11 março 2006

Fotos Concerto Vicious Five na Sede SCLMarrazes






















2 comentários:

Musico da Tasca disse...

Espaço errado... Esta acaba por esse a frase mais adequada para explicar o que se passou. Não foi um mau concerto, mas também não foi um bom concerto.
À chegada o recinto encontrava-se demasiado vazio para a noite que era e com um ambiente pouco agradável.
A noite começou com "NOM", banda a qual não presenciei a actuação, mas que disseram que deixou muito a desejar. De seguida foram os "8 rockin' shoes", som demasiado repetitivo, tornando o concerto monótono.Até agora um espetáculo aborrecido e acompanhado de um ambiente algo "degradado".
Chegava então o momento aguardado da noite, iam actuar os "Vicious Five". No inicio da actuação encontrava-se muito pouca gente a frente do palco, tornando o espetáculo dificil para os V5. Numa tentativa de animar o concerto, Quim pedia ao público para se aproximar mais, algo que de pouco serviu. Algum do público ia-se mexendo, mas a grande maioria encontrava-se parado como se de uma missa tratasse. Quim continuava a pedir a cooperação do público, até que algumas pessoas do público (fãs de metal,penso eu) resolveram atirar-se do palco para cima do suposto público que se encontrava a frente, mas não terminou lá muito bem. Acabou por ser uma boa actuação de V5, mas faltou emoção, garra e interacção do público o que tornou de um excelente concerto a partida para mediano.
Que sirva este concerto de reflexão para a próxima escolha de espaços a realizar eventos.

pinipon disse...

Sublinho que o ambiente era efectivamente mau. Mas a culpa foi da má organização: desde escolha de espaço, logotipo, nome do evento, mas isso é outra conversa.
Depois só há uma coisa a acrescentar ao que o musico da tasca escreveu: a actuação dos Vicious Five não foi brilhante. Começo a fartar-me do tom "jocoso" (se é que lhe posso chamar assim..) do Joaquim Albergaria e se bem que houve imensas partes em que não se percebeu REALMENTE NADA do que ele estava a "cantar". A culpa é do espaço? Sim, mas parecia-me que só o senhor baterista é que estava preocupado com os problemas acústicos e tal...